Brasil

Diretora é morta a facadas dentro de escola

Vítima levou dois golpes de faca na lateral esquerda do pescoço e teve uma parada cardiorrespiratória

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nesta quarta-feira (19), a diretora de escola, Elenir de Siqueira Fontão, de 49 anos, foi morta a facadas dentro da unidade de ensino. O caso aconteceu na Escola Estadual Januária Teixeira da Rocha, em Florianópolis. De acordo com informações do G1 Santa Catarina, o autor do crime, que também ficou ferido, foi preso em flagrante no local. A Secretaria de Estado da Educação informou ao G1, ele é ex-namorado da vítima.

Segundo o portal, o agressor teria chegado à escola por volta das 17h30, quando as aulas já tinham se encerrado. Ele rendeu a vítima com uma faca e se trancou no banheiro com ela, onde a esfaqueou.

Elenir de Siqueira (Foto: reprodução)
O Corpo de Bombeiros informou que a vítima levou dois golpes de faca na lateral esquerda do pescoço. Elenir de Siqueira teve uma parada cardiorrespiratória e chegou a primeiramente ser socorrida na enfermaria da escola, mas não resistiu aos ferimentos.

Na ocasião do crime, um homem tentou separar a briga e ficou ferido. Não há informações sobre o estado de saúde dele.



A Secretaria de Estado da Educação enviou uma nota sobre o ocorrido ao G1 SC. Confira na íntegra:

A Secretaria de Estado da Educação (SED) cancelou as aulas, nesta quinta, 20, e sexta-feira, 21, na Escola de Educação Básica Januária Teixeira da Rocha, no Campeche, em Florianópolis, após a morte da diretora da unidade, Elenir de Siqueira Fontão, de 49 anos, em um crime cometido pelo ex-namorado, nas dependências da unidade escolar, na quarta-feira, 19, após o término do período de aulas.

Elenir era servidora pública efetiva da Secretaria de Estado da Educação desde 2006, tendo ocupado a função de Assistente Educacional da EEB Januária até dezembro de 2019. Entre os meses de setembro e dezembro de 2019, a profissional também ocupou provisoriamente a função de diretora da escola, cargo para o qual foi eleita pela comunidade escolar, tendo assumido as funções em janeiro de 2020.

A Secretaria, em consonância com os profissionais da Educação de Santa Catarina e em solidariedade à família, manifesta consternação e profundo pesar com a perda.

As atividades na escola serão retomadas na quarta-feira da próxima semana, com o acompanhamento do Núcleo de Educação e Prevenção (NEPRE), em acolhimento aos servidores e aos 140 alunos da escola.