Brasil

'Doença do Pombo' é a causa da morte de dois homens em SP; entenda

Ambos ficaram internados por um período de quatro meses em hospitais diferentes na mesma cidade

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um empresário de 56 anos e um cinegrafista de 43 morreram no mês de julho pelo mesmo motivo: criptococose, conhecida como 'doença do pombo'. Os casos aconteceram em Santos, litoral paulista. As informações são do G1 Santos e Região.

Foto: Reprodução
De acordo com a apuração do G1, o empresário José Wilson de Souza faleceu no dia 19 de julho e o cinegrafista Mauro Sérgio Gil Senhorães morreu no dias 23 do mesmo mês. Os dois ficaram internado por um período de quatro meses em hospitais diferentes da cidades e ambos, de acordo com a família, eram ativos e sadios.

Os sintomas apresentados pelos dois homens se assemelham a uma gripe forte: dor de cabeça forte, febre, falta de ar, cansaço e tontura. Um dos dois paciente, no fim da internação, chegou a ficar em coma.

A doença é causada por fungos das fezes dos pombos que se proliferam no ar. O risco maior se apresenta em ambientes fechados, onde estes animais ficam abrigados. Quando uma pessoa inala o fungo, ele se instala no pulmão primeiramente e depois migra para o sistema nervoso central.

Ao G1, a secretaria de saúde da cidade informou que a doença não é de notificação obrigatória e, por isso, não há dados sobre o número de pessoas que tiveram esta enfermidade. Porém, o comunicado diz ainda que realiza campanha de prevenção e controle de pragas urbanas.