Brasil

Domingão: Bolsonaro vai ao banco, a praia e faz churrasco com seguranças

Presidente eleito fez todo o percurso com colete à prova de balas e na companhia de segurança

Agência, O Globo
O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, deixou o condomínio onde mora com a família na Barra da Tijuca, na Zona Norte do Rio, por volta das 10h30 deste domingo para ir ao banco, no mesmo bairro: ele foi pegar dinheiro para pagar um churrasco de seus seguranças. De lá, seguiu para o Posto 7 e parou perto de um quiosque, onde foi cercado por várias pessoas que tiraram fotos com ele. E, depois, assumiu a churrasqueira de sua casa.

Foto: Divulgação
Na chegada a seu condomínio, Bolsonaro desceu brevemente do veículo. Escoltado por dois seguranças e com colete à prova de balas, cumprimentou uma professora de cadeira de rodas que esperava por ele.
"Vim de São Luís do Maranhão só para ver ele. Para mim ele é a esperança de dias melhores e de acabar com essa bagunça e moralizar todos os setores do Brasil" disse Azenate Sousa, de 70 anos, depois de receber um abraço do presidente eleito.
Antes de voltar para dentro do carro, Bolsonaro comentou seu estado de saúde: "A saúde está boa, estou melhor".

Política
Bolsonaro cancelou o encontro que teria com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE) na próxima terça-feira, em Brasília. O anúncio do adiamento da agenda ocorre em meio a críticas do presidente eleito ao aumento nos salários no Judiciário e ao clima de incerteza em torno da reforma da Previdência.