Brasil

Drauzio Varella fala de entrevista com Suzy e pede desculpa para família do menino morto

Vale lembrar que Suzy foi entrevistada em uma matéria sobre mulheres trans presas no Brasil que não recebem visitas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Após a repercussão do caso da detenta trans Suzy Oliveira, no programa Fantástico (TV Globo), o médico e apresentador Drauzio Varella falou novamente sobre o assunto. Nesta terça-feira (10), ele publicou um vídeo nas redes sociais para se desculpar com a família do menino que foi vítima de Suzy.

De acordo com informações do CORREIO*, um grupo de advogados divulgou o crime cometido por Suzy. Em 2010, ela havia estuprado e assassinado um menino de nove anos, em São Paulo. 

Foto: reprodução
No vídeo, publicado no perfil do YouTube do médico, Drauzio Varella explica a situação, da reportagem aos desdobramentos com a repercussão, e pede desculpas para a família do garoto.

"Escrevi uma nota em que fui sincero ao dizer que não entrei na cadeia como juiz, e sim como médico. Ser médico orienta o meu olhar em todas as situações, não só quando estou atendendo pacientes. Faço isso há mais de 50 anos, seja nos consultórios, na cadeia, nos livros que escrevi, na televisão, nos jornais e na internet. Posso imaginar a dor e peço desculpas a família do menino que foi involuntariamente envolvida no caso", disse o apresentador.

Assista o vídeo completo:



Vale lembrar que Suzy foi entrevistada em uma matéria sobre mulheres trans presas no Brasil que não recebem visitas.