Brasil

Economia do Casamento: Viagem de lua de mel deve ser paga à vista

Economista lerta que é importante pagar todas as despesas à vista para não se complicar financeiramente depois

Letycia Cardoso, da Agência O Globo

A psicóloga Camilla Stembrock sempre sonhou em passar a lua de mel na Europa. Apesar de o noivo hesitar quanto ao destino escolhido por ela, Camilla não pensou duas vezes antes de raspar a poupança para arcar com todos os gastos desse período no exterior.

Foto: Reprodução
-Eu falei que ele ia amar Paris e foi dito e feito! Ainda fizemos um ensaio fotográfico na cidade, o que tornou a viagem ainda mais marcante. - comemora Camila.

Caso o casal opte por aderir à lua de mel, o economista Luis Carlos Ewald alerta que é importante pagar todas as despesas à vista para não se complicar financeiramente logo no início da nova fase de vida.

-Quando você compra uma geladeira parcelada, toda vez que bate a parcela, você está usando a geladeira. No caso da viagem, a experiência já aconteceu. Você só tem a dívida. Então, economize dinheiro e pague tudo antecipado. Você ainda pode ganhar descontos!-exemplifica o economista.

A quatro meses da cerimônia de união, a enfermeira Juliana Cirilo e o educador físico Daniel Goulart ainda não decidiram se vão ter a tradicional lua-de-mel ou se vão deixar a viagem para um período posterior, como as próximas férias.

-Eu queria ir para o Caribe. Mas são muitos gastos. Se sobrar dinheiro, nós vamos.- calcula Juliana.

Ao contrário do casal que ainda pensa na possibilidade de viajar, o vendedor Thiago Jesus e a dentista Jéssica de Moraes já desistiram da ideia. Por terem priorizado embarcar num financiamento de um apartamento e, ao mesmo tempo, realizar uma grande cerimônia para consagrar a união, os dois, que se casam em junho, não têm perspectiva de quando o orçamento permitirá realizar uma viagem.

Para Ewald, reservar uma parte das economias para realizar a viagem típica dos recém-casados é mais vantajoso que contratar muitos fornecedores para realizar uma festa recheada de convidados.

-A viagem é para os dois e dura vários dias. A festa é para os outros e só dura uma noite. Sem contar que, muitas vezes, a viagem ainda sai mais barata que a festa. - opina.