Brasil

Eduardo Bolsonaro pede desculpas pelo vídeo sobre fechamento do STF

Deputado federal afirmou que vídeo foi gravado há quatro meses

Agência O Globo


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro , se pronunciou, na tarde deste domingo, sobre vídeo em que diz que "para fechar o STF basta um cabo e um soldado". Em sua conta no Twitter, Eduardo disse que o vídeo foi gravado há quatro meses e, na ocasião, ele teria respondido a uma hipótese sobre Jair Bolsonaro ter candidatura impugnada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).  Para o deputado, o reaparecimento do vídeo é "uma forçação de barra para atingir Jair Bolsonaro". Ele afirmou, ainda, que, se alguém defender que o STF precisa ser fechado, essa pessoa "precisa de um psiquiatra".

Foto: reprodução

 "De fato, se lago desse tipo ocorresse, o que eu acho que jamais aconteceria, demonstraria uma situação fora da normalidade democrática. Na sequência, citei uma brincadeira que ouvi de alguém na rua. Se fui infeliz e atingi alguém tranquilamente peço desculpas e digo que não era a minha intenção", comentou Eduardo Bolsonaro.

 O deputado disse, ainda, que está com a consciência tranquila e que o momento é de "acalmar os ânimos, que muitas vezes é inflado propositalmente para se criar uma atmosfera de instabilidade.