Brasil

'Ele apertou meu pescoço para que eu ficasse quieta', relata atriz de 'Malhação'

Jeniffer Oliveira detalhou agressão do ex-namorado Douglas Sampaio

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A atriz Jeniffer Oliveira contou detalhes da agressão que sofreu no último sábado (23), do também ator e então namorado Douglas Sampaio. Em entrevista à 'Universa', do Uol, a intérprete de Flora, em 'Malhação', chegou a revelar que foi naquele momento que percebeu que estava em um relacionamento abusivo.

"Ele sempre foi muito ciumento, mas, nesse dia, estava pior. Começou a ficar agressivo, gritar comigo. Mas, como essa agressividade era comum, meus amigos deram de ombros. Ele disse que queria ir embora e eu me senti uma cachorrinha que obedecia ao dono. Estava de saco cheio. Falei que não ia, pedi que fosse sozinho e garanti que o namoro estava acabado. Ele ficou muito bravo e saiu do bar, mas voltou e me agrediu. Segurou meu braço com força, me apertava sempre que eu tentava sair. Como ele queria que eu ficasse quieta, também apertou meu pescoço”, explica.

Foto: Reprodução/Instagram

“Eu fiquei sem reação. Na hora, não percebi que aquilo era uma violência. A ficha caiu no dia seguinte, quando me olhei no espelho e vi meu corpo todo roxo. Até hoje, a maquiadora de Malhação precisa passar maquiagem nos meus hematomas sempre que vamos gravar", disse ela, que foi ajudada por uma amiga: "uma das minhas melhores amigas tentou separar a gente, mas foi em vão. A outra ficou super assustada – ela já tinha visto a gente brigando na casa dele e tinha me alertado sobre a possibilidade de ele ser violento".

Segundo Jeniffer, Douglas chegou a agredí-la psicologicamente. "O Douglas me manipulava, fazia com que eu acreditasse que estava sempre errada. Durante", relembrou ela. A atriz também falou do caso que o ator foi acusado de ter agredido a ex-namorada, a atriz Rayanne Morais, em 2016: "eu sabia da história com a Rayanne, mas não acreditava. Ele me dizia o tempo todo que ela era louca, que tinha agredido a si mesma para acusá-lo. Eu acreditava nele porque queria. Só percebi que era manipulação quando ele passou a dizer o mesmo sobre mim, no Instagram, depois de eu denunciar a briga".

Ela disse que foi julgada por ter começado a namorar Douglas justamente por conta do caso da agressão de Rayanne. "Recebi mensagens que diziam 'Ele bateu na Rayanne e você vai ser a próxima'. Fui muito criticada por me relacionar com ele, as pessoas comentavam coisas horríveis nas minhas fotos. Quando fiz a denúncia, recebi muito apoio, mas também tive que ouvir críticas. Disseram que eu era culpada pela agressão, por ter escolhido ficar com ele mesmo sabendo do histórico", afirma.

Ela disse que foi acompanhada da mãe registrar a queixa contra o artista no domigo (24): "estávamos ficando há um mês, minha família não o conhecia. Minha mãe ficou muito chateada, não sabia dos detalhes do relacionamento. Quando publiquei o texto, ela chorou muito. Foi muito difícil para ela ver a filha, a quem sempre protegeu, sendo vítima de violência por parte de um namorado. Foi horrível. Tenho provas, as câmeras do bar filmaram o momento da agressão. Ele está tentando dizer que inventei tudo, mas assim que eu conseguir as provas, vou divulgar. No Instagram, ele divulgou várias das nossas conversas em que eu só reforçava que ele tinha me machucado. Não há como fugir, ele não vai escapar".

"Abusadores não podem ser violentos o tempo todo senão a manipulação não se sustenta. Ele era carinhoso, prestativo e foi tudo muito intenso. Mas, quando brigávamos, me desrespeitava muito. O Douglas nunca me pediu desculpas", disse. Segundo ela, expor o caso foi uma forma de incentivar outras mulheres a denunciarem: "o cara agrediu uma mulher há dois anos e nada aconteceu com ele, continuou trabalhando na televisão. A gente precisa ter voz, não pode se calar diante da violência contra a mulher".