Brasil

'Ele pediu: ‘Milena, me ajuda’', desabafa esposa de homem negro morto

Viúva concedeu entrevista para rádio local

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A esposa de João Alberto Silveira Freitas revelou detalhes sobre o assassinato do marido, em uma loja do supermercado Carrefour na noite da última quinta-feira (19), em Porto Alegre (RS). Milena Borges Alves revelou à Rádio Gaúcha que tentou ajudar o marido, mas foi impedida pelos seguranças do estabelecimento.

"Eu estava pagando no caixa, daí ele desceu na minha frente. Quando eu cheguei lá embaixo, ele já estava imobilizado. Ele pediu: ‘Milena, me ajuda’. Quando eu fui, os seguranças me empurraram", contou ela em entrevista concedida na manhã desta sexta-feira (20). Os dois faziam compras juntos quando ele fez um gesto para a fiscal de caixa. Esta chamou o segurança, que levou o homem para o estacionamento onde as agressões ocorreram.

O homem de 40 anos foi espancado e morto por um segurança do estabelecimento e um policial civil. Os dois homens foram presos em flagrante. "O João Alberto era uma pessoa brincalhona, que estava sempre brincando debochando, era assim o jeito dele. Estava sempre com o gato dele, gostava do gatinho dele", lembrou a viúva.