Brasil

Em vídeo, goleiro Bruno é flagrado com mulheres e bebidas na prisão

Conversas de WhatsApp foram divulgadas pela TV Alterosa; após reportagem, Bruno teve direito ao trabalho suspenso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Após ter sido flagrado com duas mulheres e cerveja em horário de trabalho por uma TV local, o goleiro Bruno teve o direito de trabalho externo suspenso e deve voltar para a prisão de Varginha, em Minas Gerais. Também é possível ver que Bruno tem livre acesso ao celular.

O ex-goleiro cumpre pena em regime fechado e tinha a permissão para sair para trabalhar na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) da cidade. A Secretaria de Administração Prisional (Seap) anunciou que o direito ao trabalho foi suspenso após a reportagem.

Em conversas divulgadas pela TV Alterosa, Bruno teria marcado um encontro. "Meu telefone vai descarregar! Mas vamos marcar para amanhã, porque hoje meu dia está cheio!Aqui, quando vier, vai direto para o bar que fica no campo".

Ele diz que costuma beber cerveja com dois amigos no período da tarde. Ainda de acordo com a suposta troca de mensagens, o goleiro também pede para que tudo fique em segredo. "A esposa não pode saber de nada". Bruno ainda teria pedido para a mulher levar uma amiga "para o amigo". "Qualquer coisa, ninguém é de ninguém!", diz. 

Confira as imagens:

Bruno Fernandes de Souza foi condenado pela morte da amante Eliza Samudio. No início do mês, a Justiça de Varginha (MG) concedeu ao ex-goleiro a diminuição de 24 dias da sua pena por trabalho, estudo e leitura. Com a remissão da pena, Bruno poderia sair da cadeira e cumprir regime semiaberto desde o último dia 13. A mudança depende do aval do juiz da Vara de Execuções Penais da cidade.