Brasil

Emerson Sheik é processado por dois ex-funcionários, diz colunista

Jogador também está sendo processado por um empresário por conta de atrasos de aluguéis

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Emerson Sheik, ex-atacante do Corinthians, está envolvido em processos na justiça. Segundo Fábia Oliveira, colunista de "O Dia", além de estar sendo processado por um empresário por conta de atrasos de aluguéis, o jogador também responde a ações trabalhistas movidas por dois ex-funcionários.

Foto: reprodução / Instagram
De acordo com a colunista, Simone Mendes, ex-caseira do atacante, relatou que foi dispensada sem justa causa após trabalhar por oito anos na casa dele. A mulher também alega que Sheik não fez o pagamento de suas verbas rescisórias e que seus depósitos do FGTS não estavam regulares. O atleta faltou à audiência, foi condenado em primeira instância, recorreu e perdeu mais uma vez.



Ainda segundo Fábia Oliveira, o ex-cozinheiro do jogador, Carlos Coelho,  acusa o atleta de não assinar sua carteira de trabalho e de demissão sem justa causa. Ele afirma que também não recebeu verbas rescisórias e que os depósitos do FGTS estavam irregulares. O processo está em fase de recurso. O craque foi condenado em primeira instância.