Brasil

Empresário se mata durante evento com governador do Sergipe e ministro de Minas e Energia

Caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (4)

Agência O Globo
- Atualizada em

Um empresário do setor de cerâmica suicidou-se durante um evento com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque , e do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), na manhã desta quinta-feira. O gaúcho Sadi Gitz estava na plateia do "Simpósio de Oportunidades – Novo Cenário da Cadeia do Gás Natural em Sergipe" e cometeu o ato logo após o pronunciamento do governador.

Foto: Reprodução

O governo do estado emitiu uma nota lamentando a morte do empresário e cancelando o evento.

A fala do ministro estava programada para ocorrer logo após a de Chagas. O perfil do governador no Instagram transmitia o evento ao vivo.

No vídeo, é possível ouvir o disparo e, em seguida, os participantes do evento correm assustados. A Polícia Militar está no local.


O processo de recuperação judicial da empresa de Gitz teve início em fevereiro de 2018 e seguia em andamento no Tribunal de Justiça de Sergipe. Nas redes sociais, personalidades locais lamentaram a morte do empresário e manifestaram solidariedade à família.

Logo após o ocorrido, o vereador do Rio Carlos Bolsonaro expressou preocupação com a segurança do pai , o presidente Jair Bolsonaro(PSL-RJ). "Mais uma falha de segurança. Seria bom a segurança do Presidente ficar mais atenta", escreveu Carlos Bolsonaro, no Twitter, com menção a uma reportagem sobre o caso."