Brasil

Encontrando refúgio nas músicas de Sandy e Junior, fã supera leucemia

Hoje, totalmente recuperada, Paula sente que renasceu e se prepara para a apresentação dos irmãos, que acontece no próximo dia 17, em Belo Horizonte

Agência O Globo
A fã de Sandy e Junior, Paula Pinho, tinha apenas oito anos de idade no ano 2000 quando foi diagnosticada com leucemia linfoide aguda. Tão cedo, ela já teve que enfrentar o câncer e, pior ainda, o pesado tratamento de quimioterapia e radioterapia.
Foto: Reprodução | Arquivo Pessoal
— Foi uma barra porque a gente não sabia nada de câncer, não tinha médico na família, ficamos totalmente perdidos.
No dia seguinte ao diagnóstico, eu e minha família, que morávamos em Leopoldina (MG), já estávamos em Juiz de Fora para o tratamento — lembra a jovem.
Fã de Sandy e Junior desde muito pequena, Paula diz que as músicas dos irmãos foram seu refúgio. Era com a voz da dupla que ela buscava forças para seguir.
— Eu sempre fui mega fã, e naquele ano mesmo ia ter um show deles em Juiz de Fora e meus médicos liberaram a ida. Lembro que foi um acontecimento para mim e para a minha família.
Pouco tempo depois desse show, Paula começou a melhorar. No ano seguinte, já saudável, a jovem - que hoje é médica - voltou à vida normal e Sandy e Junior foram tema de seu aniversário de 9 anos.
— Eu lembro que escutava muito as músicas, porque só ficava em casa. Até vendi pulseirinhas de miçanga para comprar o CD "As quatro estações".
Hoje, totalmente recuperada, Paula sente que renasceu e se prepara para a apresentação dos irmãos, que acontece no próximo dia 17, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

— Vou chorar demais, mal posso esperar!