Brasil

'Estou me fortalecendo', diz advogada após vídeo que mostra agressões do ex viralizar

Vítima se manifestou por meio de seu perfil no Instagram e frisou que não divulgou as imagens nas redes sociais

Agência O Globo

Com um celular escondido dentro do quarto, a advogada Luciana Sinzimbra, de 26 anos, gravou o momento em que foi agredida pelo ex-namorado na madrugada do último dia 15, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil de Goiás, um inquérito foi aberto na Delegacia da Mulher da capital goianiense e deve ser concluído ainda nesta semana. O autor das agressões, identificado como Victor Augusto do Amaral Junqueira, de 24 anos, filho de um ex-prefeito de Anápolis (GO), já foi ouvido pela delegada Ana Elisa Gomes, responsável pelo caso.

Foto: Reprodução
A vítima se manifestou por meio de seu perfil no Instagram na madrugada desta quinta-feira, frisando que não divulgou as imagens nas redes sociais, mas como elas se alastraram pela web, está se fortalecendo para "ajudar no combate à violência doméstica".

"Graças a Deus estou bem fisicamente, porém, abalada emocionalmente. Quanto aos vídeos, estes foram divulgados sem o meu consentimento e se tornaram virais, exigindo de mim uma postura que não me sinto ainda preparada, mas estou me fortalecendo para me pronunciar em breve e ajudar no combate à violência doméstica. Espero que tudo se resolva da melhor forma possível", afirmou a jovem.
Foto: Reprodução
O vídeo começa mostrando uma discussão entre o casal que, em pouco tempo, passa para a agressão física. Victor desfere golpes na ex-namorada, apesar de seus pedidos para que ele parasse, e, em determinado momento, aperta o pescoço dela com as duas mãos.

"Eu tentei fazer uma surpresa", diz o autor das agressões, com voz de choro.


Em seguida, Luciana indaga: "E você acha justo chegar aqui e me bater?".

O ex-namorado responde que acha "super injusto" e ainda acrescenta: "Mas pelo menos acabou". Depois ele reclama de certa falta de carinho que sentia da parte dela e volta a agredi-la. A jovem pede que pare, mas Victor responde: "Eu vou te bater mais".

Nervosa e com medo, Luciana exclama: "Você vai me matar desse jeito. Para! Para com isso!".

Ainda no dia 15, a advogada procurou a Delegacia da Mulher de Goiânia para registrar um boletim de ocorrência contra o ex-namorado e pediu medidas protetivas.