Brasil

Ex-cantor mirim é assassinado a facadas pelo melhor amigo

Além do programa de Moacyr Franco, ele ainda trabalhou com Faustão, Xuxa, Eliana, Celso Portiolli e Raul Gil

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
O ator e cantor Kalil Taha, de 26 anos, foi morto com, pelo menos, 20 facadas pelo melhor amigo, de 31 anos, na zona norte de São Paulo, no dia 30 de maio. A informação é do jornal Agora S. Paulo. Kalil participou do extinto programa Talentos Brilhantes, comandado por Moacyr Franco no SBT.
Foto: Reprodução
"É muito triste ter que enterrar um filho. Ele foi levado de uma forma cruel, sanguinária. Não quero que a imagem do meu filho seja manchada", afirmou Cláudia, mãe do cantor, em entrevista ao Balanço Geral, na Record TV, na terça-feira (17).
De acordo com a polícia,  crime foi premeditado, pois a vítima e o amigo tinham combinado de se encontrar. Uma das linhas de investigação é a de que Kalil Taha soubesse sobre algo que poderia comprometer o assassino.
De acordo a polícia, Kalil Taha foi esfaqueado pelo amigo dentro do carro da vítima. Na sequência, seu corpo foi colocado dentro do porta-malas do veículo. Com o término do combustível, o acusado foi até a delegacia, onde confessou o crime. Ele indicou onde havia deixado o carro. O caso foi registrado como homicídio simples.
Foto: Reprodução
Kalil Taha fez sucesso quando criança e já trabalhou ao lado de famosos. Além do programa de Moacyr Franco, ele ainda trabalhou com Faustão, Xuxa, Eliana, Celso Portiolli e Raul Gil.