Brasil

Ex-PM é preso suspeito de estuprar a própria filha por oito anos

De acordo com informações da polícia, ele confessou os abusos na delegacia e ainda disse que filmava as relações sexuais

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última terça-feira (1°), um ex-policial militar, identificado como Rogério Fonseca de Oliveira, foi preso suspeito de estuprar a própria filha, dos 10 aos 18 anos. Rogério, de 56 anos, foi encontrado por agentes da Delegacia de Jurujuba, na casa da mãe, em Itaguaí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. As informações são do G1. 

O suspeito, atualmente, trabalhava como motorista de aplicativo. De acordo com informações da polícia, ele confessou os abusos na delegacia e ainda disse que filmava as relações sexuais. 

"Ele confirma a existência dos fatos e tenta, de certa forma, apresentar uma tese favorável à sua defesa, justificando que os atos foram praticados a partir de uma certa idade, enfim, uma coisa realmente inacreditável", afirma o delegado Gabriel Ferrando. 

"Uma frase dele que me marcou muito foi que ele falou assim: 'Qualquer pessoa que ficar com você, vai ver o estrago que eu fiz com você'. Então aceitar o seu corpo, mediante a isso, é bem difícil, né", contou a vítima ao G1 RJ.