Brasil

FAB diz não ter indícios de sobreviventes de queda de avião em SC

A Força Aérea informou que iniciou as investigações para apurar as causas do acidente

Redação CORREIO (redacao@correio24horas.com.br)
O Comando da Aeronáutica comunicou no início da noite desta terça-feira (2) que “lamenta informar que não há indícios de sobreviventes” do acidente com um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que caiu esta tarde em Bom Jardim da Serra (SC), a 135 quilômetros de Florianópolis. A aeronave partiu de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre com destino ao Rio de Janeiro.

No comunicado, o Comando da Força Aérea informou o nome dos sete militares e da mulher que estavam a bordo do avião C-98 Grand Caravan.

Estavam na aeronave o major Antônio Carlos Souza da Silva, o primeiro-tenente Samir de Barros Farias, o segundo-tenente Arthur Ricardo Carneiro da Silva Júnior, o segundo-tenente André Dias Alves, o suboficial Marcelo André Rhoden, o segundo-sargento Sargento Helenilton de Souza Schafer, o terceiro-sargento Jarbas Barbosa Medes e Glaci Kuelle Nunes de Oliveira.

O monomotor partiu da Base Aérea de Canoas às 11h45 e desapareceu do radar às 13h27, segundo a nota. A Força Aérea informou que iniciou as investigações para apurar as causas do acidente.  As informações são da Agência Brasil.