Brasil

Família de Marília Pêra briga na justiça por bens da atriz

Viúvo da artista gastou mais de R$300 em inventário e briga segue na justiça

Agência O Globo

Bruno Dias, viúvo de Marília Pêra, deverá apresentar à Justiça todas as contas referentes ao espólio da atriz. Conforme nota dada na coluna de Ancelmo Gois, em O Globo, ele, a irmã de Marília, Sandra Pêra, e as filhas Esperança e Nina, além de Ricardo, são os herdeiros legais da atriz. Mas não entraram em acordo quanto à administração de bens, cujo responsável é Bruno.

Foto: Reprodução | Instagram

O advogado de Bruno, Luciano Vianna de Araújo, informa que seu cliente irá apresentar as contas, que antes eram mostradas mensalmente (depois, por decisão da Justiça, passou a ser semestral) no prazo estipulado. Mas ressalta que Bruno já gastou, com recursos próprios, R$ 328.186,50, relativos as despesas do espólio de Marília Pêra.


“A decisão, a que se refere a nota, determina, a bem da verdade, que o inventariante informe os recebimentos de valores do espólio havidos por outras pessoas, uma das herdeiras testamentárias e administradores de bens do espólio, concernentes a imóveis alugados a terceiros”, esclarece o advogado.

Segundo ele, Bruno ainda nada recebeu da herança da atriz. “Bruno de Faria jamais recebeu diretamente qualquer quantia devida ao espólio de Marília Pêra, sendo certo que, em dois meses apenas, o juízo determinou o levantamento de dinheiro para fazer jus às despesas futuras”.

A herança de Marília soma cerca de R$ 40 milhões de reais. O testamento deixado pela atriz foi aberto em 2016. Segundo o documento, Ricardo Graça Mello, Esperança Motta e Nina Morena, filhos da artista, devem receber, cada um, 25% do espólio. O economista Bruno Faria, viúvo da atriz, que morreu de câncer aos 72 anos, em dezembro de 2015, e Sandra Pêra, irmã dela, devem dividir os demais 25%. Procurada, Sandra não retornou os telefonemas.