Brasil

Fiéis confundem crise de asma com ‘encosto’ e mulher morre após sofrer AVC em igreja

De acordo com parentes, Lúcia vinha fazendo tratamento para asma, após descobrir a doença recentemente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma dona de casa de 55 anos morreu ao cair após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), enquanto assistia a um culto em uma igreja evangélica na cidade de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Lúcia Fernandes Santana acompanhava a cerimônia religiosa, quando teve uma crise asmática, seguida de convulsão. Uma equipe médica do Samu que atendeu à vítima disse que fiéis presentes na igreja acharam que Lúcia estava possuída por um "encosto".


A confusão dentro da igreja, segundo os médicos, atrapalhou o atendimento da dona de casa, que seguiu passando mal até que um pastor, chamado pelos fiéis, decidiu chamar uma ambulância. Ela chegou a ser levada para o Hospital da Base, mas não resistiu. De acordo com o atestado de óbito divulgado pela unidade, Lúcia morreu por conta de um sangramento cerebral, provocado por uma queda. O AVC, segundo os médicos, foi causado pela crise asmática da vítima.

De acordo com parentes, Lúcia vinha fazendo tratamento para asma, após descobrir a doença recentemente. O corpo da vítima foi sepultado no cemitério de São José do Rio Preto, cidade onde ela morava. O caso aconteceu na última quinta-feira (23). Com informações do Extra.