Brasil

Filho do goleiro Bruno com Eliza Samúdio quer mudar de nome para se desvincular do pai

Garoto só se refere ao jogador como 'genitor'

Agência O Globo
- Atualizada em

Filho do goleiro Bruno com a modelo Eliza Samúdio (morta pelo jogador), Bruno Samúdio quer mudar de nome. Em entrevista ao UOL, o menino de 9 anos revelou que quer se chamar Gabriel e tem medo do pai.

Foto: Reprodução/EPTV

A reportagem afirma que o garoto só se refere ao jogador como "genitor" e diz não ter raiva de Bruno, por não conhecê-lo.

- Na verdade, ele me diz o tempo todo que queria se chamar Gabriel, que queria mudar de nome. Eu não vou fazer isso, de jeito nenhum. Se o Bruninho, quando for adulto, quiser fazer isso, vou respeitar. Mas não vou interferir no nome que minha filha escolheu - afirma Sônia de Fátima, de 53 anos, avó do menino.

No último dia 5, o ex-goleiro do Flamengo voltou aos gramados pelo Poço de Caldas Futebol Clube (time de Terceira Divisão do Campeonato Mineiro), em um amistoso do contra o Independente de Juruaia. O atleta tem hoje 34 anos e cumpre prisão em regime semiaberto.



O assassinato de Eliza aconteceu em 2010 num sítio do jogador em Minas Gerais, e o corpo nunca foi encontrado. Bruno foi preso no mesmo ano, quando ainda era atleta do Flamengo. Três anos depois, ele foi condenado e, hoje, soma uma pena de 20 anos e 9 meses — com 8 anos e 10 meses cumpridos.

Em 2017, chegou a conseguir um habeas corpus do então ministro do STF, Marco Aurélio Mello, e voltou a atuar como goleiro do Boa Esporte (MG), mas a decisão foi revertida pela Primeira Turma do Supremo. Cúmplice de Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, que teria atraído a vítima até o local e ocultado o corpo, obteve liberdade condicional em novembro do ano passado.