Brasil

Governo decide prorrogar auxílio emergencial e pagar mais duas parcelas de R$ 300

Para estender o programa, o governo terá que modificar a lei que instituiu o benefício

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O governo decidiu prorrogar o auxílio emergencial e pagar mais duas parcelas de R$ 300. De acordo com o site Extra, a prorrogação do auxílio foi aprovado pelo Congresso Nacional, como forma de amenizar os efeitos da crise do novo coronavírus no país. 

A princípio, o Ministério da Economia sugeriu pagar três parcelas de R$ 200, com base no valor médio pago a beneficiários do Bolsa Família, mas a hipótese não agradou o presidente Jair Bolsonaro.

No início da semana passada, ainda estava incerto se a prorrogação seria de duas parcelas de R$ 300 ou três parcelas de R$ 200. No entanto, a primeira opção foi a escolhida do presidente Jair Bolsonaro.

Para estender o programa, o governo terá que modificar a lei que instituiu o benefício. O texto prevê o valor e número de parcelas do benefício.