Brasil

Governo faz novo alerta sobre golpe contra segurados do INSS

Falso argumento é de que é preciso pagar uma taxa para a liberação do crédito

Agência O Globo
- Atualizada em

Vem crescendo em todo o país o golpe aplicado contra segurados do INSS, por telefone, em que os estelionatários se fazem passar os integrantes do Conselho Nacional de Previdência (CNP) e alegam as vítimas têm valores atrasados a receber. Esses supostos recursos seriam referentes a benefícios pagos pela Previdência Social. No entanto, "para que o dinheiro seja liberado", os golpistas induzem as pessoas a depositarem uma certa quantia numa conta bancária indica por eles. O falso argumento é de que é preciso pagar uma taxa para a liberação do crédito.

O alerta à população contra esse tipo de golpe foi feito pela Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda. Segundo o órgão, sempre que um segurado do INSS tem direito a receber algum valor, a liberação do dinheiro é feita gratuitamente. Além disso, em nenhuma hipótese os integrantes do CNP entram em contato com os cidadãos.

O órgão também não pede dados pessoais dos segurados por e-mail ou telefone, nem cobra por nenhum tipo de atendimento prestado ou serviço realizado. Vale destacar, ainda, que as pessoas não precisam recorram a intermediários para entrar em contato com a Previdência Social e nunca devem compartilhar informações pessoais com terceiros.


Quem for alvo desse tipo de fraude deve registrar um boletim de ocorrência na delegacia e comunicar o fato à Ouvidoria do INSS, pelo telefone 135 ou pela página virtual www.inss.gov.br.