Brasil

Grávida de oito meses leva 15 facadas do namorado: 'queria matar o filho dela'

"Os médicos comentaram que foram facadas nas costas e nos braços. Ela está com as duas mãos lesionadas porque a todo momento ela protegia a barriga", contou a delegada responsável pelo caso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última segunda-feira (27), uma grávida de oito meses, identificada como Irirlane Nayara Lima, foi esfaqueada pelo namorado dentro da própria casa após uma discussão. De acordo com informações do G1 Ceará, o homem foi preso e a gestante está internada no Hospital e Maternidade São Francisco de Assis. O crime aconteceu no Crato, no interior do Ceará.

Segundo informações da Polícia Civil ao G1 CE,  Nayara levou 15 golpes de faca do namorado, que não é o pai da criança, por se recusar a dar dinheiro ao agressor e exigia que ele procurasse emprego, o que motivou os ataques.

Foto: Reprodução/SVM
A gestação continua e o bebê está fora de perigo. A delegada Carina Brito, responsável pelo caso, informou que Nayara teve ferimento sem várias partes do corpo, os golpes não atingiram a barriga da mãe, e o bebê não se machucou.

"Os médicos comentaram que foram facadas nas costas, nos braços. Ela está com as duas mãos lesionadas porque a todo momento ela protegia a barriga, porque ele falava que queria matar o filho dela. Com o instinto de mãe, a vítima conseguiu evitar o golpe na barriga. Ela tem lesão em todo corpo", explicou a delegada em entrevista ao G1 CE.

O suspeito, que tentou fugir após a agressão, foi preso em flagrante no bairro Lameiro, no Crato. Ainda segundo informações do G1, ele foi ouvido pela delegada e depois transferido para a Cadeia Pública de Juazeiro do Norte. O suspeito foi autuado pela tentativa de feminicídio.



Nayara morava junto com o homem que a golpeou há dois meses. Na casa, também vivia a mãe e um filho de outro relacionamento.