Brasil

Homem confessa ter envenenado ex-companheira e filho de três meses

Corpos foram encontrados na madrugada desta quarta-feira (23)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem de 34 anos foi preso e confessou à polícia ter matado a ex-esposa e o filho de três meses por envenenamento. Os corpos das vítimas estavam desaparecidos desde o dia 15 de setembro e foram encontrados em Rio dos Cedros (SC) na madrugada desta quarta-feira (23). As informações são do G1 Santa Catarina.

De acordo com a apuração do G1, o suspeito confessou à polícia que deu uma carne
envenena para a mulher que comeu o alimento um pouco antes de amamentar o filho. O bebê teria ingerido o veneno ao mamar.

Ao G1, o delegado do caso, Diogo Medeiros, contou que a motivação do crime afirmada pela preso é que ele mantinha um relacionamento de um ano com a vítima e que havia descoberto que ela estava se relacionando com outra pessoa.

"Ele arrumou um veneno e colocou na carne para a ex-companheira. O bebê mamou. A mãe começou a passar mal, e o ex-companheiro, a pretexto de socorrê-la, colocou os dois no carro e foi até a cidade de Rio dos Cedros e ocultou o cadáver dessas duas pessoas que já estavam mortas, provavelmente, dentro do carro", explicou o delegado ao G1.

O delegado disse ainda que o suspeito teria enviado mensagens se passando pela vítima. O irmão mais velho da mulher desconfiou procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência.


"Seguimos a linha de que esse ex- companheiro teria matado esta desaparecida. Cumprimos o mandado de prisão, mostramos ao investigado as incongruências por ele ditas inicialmente e aí ele resolveu confessar que matou a ex-companheira e o seu filho", detalhou o delegado ao G1.