Brasil

Homem é preso acusado de matar duas auxiliares de enfermagem com socos e chutes

Vítimas teriam dado carona para o suspeito; uma delas conhecia o rapaz

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem foi preso na madrugada desta sexta-feira (14) acusado de ter assassinado a socos e chutes duas auxiliares de enfermagem. As vítimas Maria Sivoneide Oliveira de Morais, de 44 anos, e Alessandra Francisca de Paula Barbosa, de 41 anos, teriam dado carona para ele com destino à Mogi Mirim, cidade onde trabalhavam. O crime aconteceu em Artur Nogueira (SP). As informações são do G1 Campinas e Região.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
De acordo com a apuração do G1, informações policiais dão conta que as duas mulheres trabalhavam na Santa Casa de Mogi Mirim e uma delas conhecia o suspeito e já havia trabalhado com ele em uma asilo de Concha (SP), onde elas moravam.

Em entrevista ao G1, o delegado do caso, Fernando Periolo, contou que Mateus Noronha, de 27 anos, confessou o crime e afirmou que teve um surto psicótico após cheirar cocaína. O suspeito teria ainda passado o carro por cima do corpo das vítimas.   

“Desferiu vários socos e chutes nas duas vítimas. Passar por cima das duas vítimas , ele fala que foi um acidente", disse o delegado ao G1.
Foto: Reprodução
Os agentes da guarda municipal que prenderam Mateus contaram que ele estava somente de cueca na hora da abordagem e que alegou ter sido vítima de um assalto.

"Ele não tinha intenção, segundo ele, de praticar crime algum. Mas, ele fala que tinha feito uso de cocaína. Ele fala de um surto psicótico", completa o delegado.

O carro delas foi encontrado em uma canavial de Mogi Mirim e no local do crime foram encontrados os celulares das vítimas e uma peça do carro.