Brasil

Homem é preso após manter criança de dois anos amarrada em coleira de cachorro

Sobrinha do homem disse à polícia que o tio chegou a 'arremessar objetos' contra ela e ainda a ameaçou com o facão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem de 37 anos foi preso após manter uma criança de dois anos, filho da sua sobrinha, amarrada em uma coleira de cachorro. O flagrante aconteceu nesta terça (20), após uma denúncia de violência doméstica da própria sobrinha, na cidade de Chapadão do Sul (MS). As informações são do G1 Mato Grosso do Sul.

De acordo com a apuração do G1, a sobrinha de 19 anos do agressor registrou um boletim de ocorrência e pediu medidas protetivas contra o suspeito. Ela mostrou o vídeo do menino preso em uma coleira de cachorro, gravado pelo próprio tio.

A jovem disse ainda à polícia que o homem chegou a 'arremessar objetos' contra ela e ainda a ameaçou com o facão. O homem possui antecedentes por tráfico de drogas e deve responder pelos crimes de maus-tratos contra o garoto e ameaça contra a mulher. As informações foram dada ao G1 pelo delegado  Felipe Potter.

"A vítima disse que já tem um tempo que sofre esse tipo de agressão, principalmente xingamento e humilhação. Ontem ele preso em flagrante e, automaticamente, instaurado o inquérito policial para relatar os fatos. Ele foi interrogado e disse que não bateu na jovem e que era uma brincadeira o vídeo. O próximo passo agora é relatar o inquérito policial e aguardar a decisão do poder judiciário sobre a prisão dele", detalhou o delegado.