Brasil

Homem é preso por estuprar neta com deficiência mental: 'confundiu com a esposa'

Ainda segundo a polícia, os abusos foram comprovados através de exames da perícia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última quinta-feira (3), um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso suspeito de estuprar a neta, de 32 anos, que tem deficiência mental. O crime aconteceu em Vitorino, no sudoeste do Paraná. 

De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito, de 72 anos, contou que abusou da vítima uma vez, porque estava bêbado e a confundiu com a esposa dele. Mas, as investigações da Delegacia da Mulher de Pato Branco apontam que os estupros aconteceram por um período de dois meses, depois que a vítima precisou morar com os avós. 

Ainda segundo a polícia, os abusos foram comprovados através de exames da perícia. O homem vai responder por estupro de vulnerável, que prevê prisão de oito a 15 anos.