Brasil

Homem é preso suspeito de espancar namorada e deixá-la amarrada por 36h

As agressões aconteceram após uma discussão do casal

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Na terça-feira (21), um homem de 33 anos, identificado como Leandro Sousa Sampaio, foi preso suspeito de espancar e amarrar a namorada, Keilla Carneiro, de 19 anos. O crime aconteceu no dia 16 de maio, na residência do casal, em Posse, região nordeste de Goiás.

De acordo com informações da polícia ao G1 Goiás, a vítima relatou que depois de ser espancada teve os pés e mãos amarrados e assim ficou por cerca de 36h.

Foto: reprodução
O advogado do suspeito, Euler Antônio de Araújo, contou ao G1 que seu cliente apenas revidou uma agressão que estava sofrendo durante uma discussão. "Ele praticamente agiu em legítima defesa. Ele está todo machucado", disse Araújo.

Além disso, o defensor admitiu que seu cliente amarrou Keilla, mas negou que ela tenha ficado assim por 36h, que foram "uns sete minutos".

Ainda segundo informações do G1, o advogado garantiu que o casal já estava se desentendendo e tudo começou após Leadro dizer que ia embora de casa. Ele disse que a namorada trancou a porta impedindo sua saída e que o empurrou. Leandro contou que Keilla partiu para cima dele e mordeu seus dedos.
Foto: reprodução
Durante a discussão, o advogado alega que Keilla golpeou seu cliente na cabeça com um pedaço de madeira e ainda o furou com uma faca. "Ele perdeu a cabeça e jogou ela no chão. Ele declarou isso, mas não deu nenhum murro nela. Ele jogou ela no chão quando recebeu a pancada. Foi uma reação dele porque ela acertou uma paulada nele violenta", afirmou Euler ao G1 GO.

Leandro foi detido logo após se entregar à polícia, em Alvorada do Norte, distante 58 km de Posse, para cumprir a um mandado de prisão que há havia sido expedido pela Justiça. Já Keilla encontra-se internada.