Brasil

Homem é preso suspeito de estuprar e matar o filho de dois meses

O Chefe de serviço da Delegacia da Criança e do Adolescente contou que o bebê estava com olho inchado, marcas roxas no braço e graves lesões nas partes íntimas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última segunda-feira (31), um bebê de dois meses, identificado como Gabriel, morreu após ser agredido fisicamente e sexualmente. O suspeito de cometer o crime pai, de 21 anos. Ele foi preso pela Polícia Militar. O caso aconteceu no bairro do Bom Parto, em Maceió. As informações são do G1 Alagoas. 

O chefe de serviço da Delegacia da Criança e do Adolescente, Alan Barbosa, disse que o bebê estava sozinho em casa com o pai, quando uma vizinha ouviu o choro do bebê e foi até o local.

"A vizinha contou que ouviu um choro muito alto e que nunca tinha ouvido uma criança gritar e chorar dessa maneira. Ela informou que encontrou o pai, e ele disse que o bebê tinha caído. A vizinha não acreditou e saiu com a criança no braço para a unidade de saúde, mas ela já estava morta", lamenta Alan Barbosa.

Alan Barbosa também contou que o bebê estava com olho inchado, marcas roxas no braço e graves lesões nas partes íntimas. A mãe do bebê, que tem 13 anos, não estava em casa no momento do crime. 

O pai da vítima responder por homicídio e violência sexual contra o bebê, ele também vai responder por estupro contra a mãe da criança. Pela lei brasileira, é crime ter relação sexual com menores de 14 anos de idade, independentemente de ser consensual.