Brasil

Homem é preso suspeito de jogar gasolina e atear fogo na mulher por ciúmes

Delegada responsável pelo caso afirmou que o casal tinha um histórico de brigas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem de 34 anos foi preso suspeito de jogar gasolina e atear fogo ao corpo da mulher, de 39. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime aos policiais militares quando foi detido e alegou que agiu por ciúmes porque suspeitava que estava sendo traído. O caso aconteceu último domingo (3), na cidade de Rio Verde (GO). As informações são do G1 Goiás

Segundo o G1, ele permaneceu em silêncio durante o depoimento formal. Segundo a polícia, o suspeito não apresentou advogado até as 10h30 desta quarta-feira (6). Ainda de acordo com a corporação, após ser atacada, a mulher saiu correndo, foi socorrida por vizinhos e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Depois, foi transferida para um hospital em Goiânia (GO).

Depois do crime, o homem fugiu do local. Ele foi localizado e preso na segunda-feira (4), quando tentava pegar uma carona em uma rodovia da cidade.  A delegada Jaqueline Camargo, responsável pelo caso, não soube informar para qual unidade de saúde a mulher foi levada, mas disse, em entrevista ao G1, que a paciente está em coma. Jaqueline informou ainda que o casal já tinha um histórico de brigas.

[[saiba_mais