Brasil

Homem é preso suspeito de matar ex-companheira a facada: 'causava ciúmes'

Eles tiveram um relacionamento, mas tinham se separados há 15 dias

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Uma mulher de 25 anos, identificada como Lilian Cristina da Silva Nunes, foi morta a facadas  em uma área rural do Paranoá (DF), o suspeito de cometer o crime é o ex-namorado, Jhonnatan Neto. De acordo com a Polícia Civil, o golpe atingiu o coração da vítima. O caso aconteceu nesta quinta-feira (12). As informações são do G1 Distrito Federal. 

Foto: Reprodução/ G1 Distrito Federal

O suspeito foi preso em flagrante por um policial militar que passava pelo local e levado para a delegacia. O caso está investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá). A mulher foi levada para o Hospital Regional do Paranoá, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo o G1 DF, o ex-companheiro contou na delegacia que conheceu a vítima após sair do presídio, onde cumpria pena de 7 anos por roubo. Em declaração, ele disse que a mulher ‘lhe causava ciúmes’ e que ficou com ‘muita raiva e foi tomado pelo ódio’.

Foto:Divulgação/ Polícia Civil 

Em entrevista ao G1, a delegada que está investigando o caso, Jane Klébia, relatou que os dois viviam no mesmo lote onde houve o crime e discutiram ‘porque a mulher teria dormido com um namorado’. O caso está sendo investigado como ‘feminicídio’.