Brasil

Homem espanca mulher com barra de ferro por três horas

"Ela quebrou uma perna, um cotovelo e a clavícula, além de ter o pulmão perfurado e um corte profundo na testa", contou a delegada responsável pelo caso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um homem, que não teve o nome identificado, foi preso suspeito de espancar a mulher com uma barra de ferro por três horas. O caso aconteceu na madrugada de domingo (25), em Trindade, Região Metropolitana de Goiânia. De acordo com informações da Polícia Civil ao G1 Goiás, o motivo da agressão foi uma suspeita de traição.

A delegada Renata Vieira, responsável pelo caso, contou que o homem ao ser preso disse que "perdeu a cabeça". Ele ainda será ouvido formalmente na delegacia. "Foram 3h de pancadaria. Ela quebrou uma perna, um cotovelo e a clavícula, além de ter o pulmão perfurado e um corte profundo na testa", disse ao G1.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
A vítima foi encaminhada para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) e precisou ser operada. Em nota ao G1 GO, a unidade de saúde informou que a mulher tem quadro clínico regular e respira espontaneamente.

Segunda a delegada ao G1 GO, as agressões aconteceram porque o homem teria suspeitado de uma traição da mulher. No entanto, a vítima afirma que tudo não passou de um mal entendido.

"Na verdade, ela emprestou a moto para uma amiga. Aí chegou ao ouvido do marido dela que teria ido encontrar o suposto amante. Ela até tentou explicar para o marido que não era ela, mas não adiantou", pondera.



A polícia descobriu o caso após uma denúncia anônima. Segundo a delegada, a mulher afirmou que não tinha interesse em denunciar o marido. O suspeito foi autuado por tentativa de feminicídio.