Brasil

Homem mantém mãe em cárcere privado por fofoca: 'conversava demais'

Filho da vítima teria deixado mãe presa por duas semanas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem, identificado como Cícero Ferreira Lima, foi preso por manter a própria mãe, Marlene Ferreira de Azevedo, em cárcere privado na própria casa em Belo Horizonte (MG). A ocorrência foi no último domingo (3) e, segundo informações da Polícia Militar ao G1 Minas, ele tomou a atitude para evitar que a mãe fizesse fofoca.

A PM informou ao G1 que a vítima, de 58 anos, foi mantida refém durante duas semanas. Cícero, de 31 anos, construiu um muro para que ela não saísse de casa. Segundo o próprio filho, a mãe "conversava demais" e estaria causando atritos entre os familiares que moram na vizinhança. A intenção dele seria, portanto, preservar a integridade física da mãe.

A polícia ainda contou ao G1 que a vítima não ficou sem se alimentar e fazia a própria comida. Ela não teve ferimentos. Mãe e filho foram levados à Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher.