Brasil

Homem que ejaculou em mulher dentro de ônibus tem passagem pela polícia

Segundo a Polícia Civil, ele prestou depoimento, assinou termo circunstanciado e foi liberado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Suspeito ficou preso por 24h. Foto: Reprodução/Facebook
Um homem foi detido por assédio sexual depois de ejacular na perna de uma passageira na quinta-feira (31), na estação Mato Alto do BRT, em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio.

De acordo com o Consórcio BRT, logo depois da agressão, a vítima procurou policiais do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que trabalham nesse sistema de transporte coletivo da cidade. Os agentes, então, prenderam o homem em flagrante.

Ainda segundo o BRT, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Campo Grande, também na Zona Oete, para registro de ocorrência. Em nota, o BRT repudiou a atitude. "O Consórcio BRT repudia qualquer tipo de assédio, desenvolve campanhas de conscientização e firma parcerias para combate à violência contra a mulher".

Segundo a Polícia Civil, ele prestou depoimento, assinou termo circunstanciado e foi liberado. O acusado responderá por importunação ofensiva ao pudor. De acordo com o o Uol, o suspeito tem O rapaz já tem 17 passagens pela polícia por crimes sexuais, entre eles estupro e ato obsceno.

José Eugenio do Amaral,  juiz responsável pelo caso, concluiu que o ato não seria estupro, mas sim uma contravenção penal - "importunar alguém em local público de modo ofensivo ao pudor" - passível de punição com multa. A decisão provocou revolta nas redes sociais, sobretudo, de movimentos feministas.