Brasil

Homem ter pênis reconstituído no braço após perder órgão em infecção

Sem saber o que fazer, ele jogou o órgão no lixo após perdê-lo e, após o ocorrido, passou por muitos momentos difíceis na vida

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um britânico de 45 anos teve o pênis reconstituído no braço após perder o órgão em uma infecção no sangue em 2014. Ele foi o primeiro do mundo a passar por este tipo de procedimento. As informações são do jornal The Sun.

“Eu lutava há anos com uma infecção, mas não fazia ideia do que poderia acontecer. Ela se espalhou pelos meus dedos das mãos e dos pés e os tornou pretos. Quando vi meu pênis escurecer, fiquei fora de mim. Foi como um filme de terror. Então um dia ele caiu no chão", relatou ao jornal.

Sem saber o que fazer, ele jogou o órgão no lixo e, após o ocorrido, passou por muitos momentos difíceis na vida. "Me senti a sombra de um homem. Minha vida realmente desmoronou, eu não tinha autoconfiança. Bebi demais. Não vi familiares e amigos, só não queria ter que enfrentar isso", desabafou o mecânico Malcolm MacDonald, pai de dois filhos.

A esperança chegou quando foi recomendado para ela procurar um médico conhecido como 'mestre do pênis', chamado David Ralph. O especialista explicou para Malcom que levaria dois anos para que o novo genital estivesse pronto para ser transplantado. "Fiquei muito emocionado porque era uma chance de um novo começo", disse o mecânico ao The Sun.

A cirurgia de transplante, que já foi adiada algumas vezes, teve a data alterada novamente por causa da pandemia do novo coronavírus.

]
 "Não posso mentir, ter um pênis no braço por quatro anos é uma coisa realmente estranha de se viver. Mas estou convencido de que esse pênis será usado para o que foi construído", pontuou Malcom.