Brasil

Humorista Yuri Marçal denuncia racismo em carro da Uber no RS

"Mandei ele tomar no c# e se fod#$@, falei para o Erick (produtor) cancelar a viagem e desci do carro em movimento mesmo"

Agência O Globo

 O humorista carioca Yuri Marçal denunciou na noite desta terça-feira um episódio de racismo que sofreu durante uma viagem a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Em uma rede social, ele publicou o vídeo no qual contou que após entrar em um carro solicitado pelo aplicativo Uber, o motorista disse que "ele não ficasse atrás dele" senão "teria que dar um tiro".

De acordo com o relato do humorista, ele estava em um hotel, após uma apresentação em Porto Alegre, e seguiria para Farroupilha, onde faria outro show, e solicitou o veículo pelo aplicativo para fazer esse trajeto acompanhado de um produtor.

Meu produtor entrou na frente e eu entrei atrás. Aí, o racista falou para que eu não ficasse atrás dele, senão ele teria que me dar um tiro", disse o humorista no vídeo, que antes relatou estar "tremendo" e "emocionado" por conta do episódio.

Marçal falou ainda que ele e o produtor, questionaram o motorista se "era isso mesmo?", antes de receberem a resposta de que o comportamento seria por "motivos de segurança".

"Mandei ele tomar no c# e se fod#$@, falei para o Erick (produtor) cancelar a viagem e desci do carro em movimento mesmo", afirmou ele em outro trecho do vídeo, cuja legenda trazia os dizeres: "Acabei de ser ameaçado por um racista do Uber".

Até a manhã desta quarta-feira, a postagem do humorista já acumulava quase 50 mil curtidas. Fãs e artistas postaram mensagens de apoio a Marçal. O humorista informou que nesta manhã tomaria todas as medidas judiciais cabíveis em relação ao caso.

"Estou aqui para o que precisar", postou o artista Lázaro Ramos."Estou com você", escreveu a atriz Juliana Alves."Se precisar de qualquer coisa, conta comigo, irmão. Fiquei enjoado vendo isso", disse o youtuber Felipe Neto. Pretinho da Serrinha, Tia Má, Victor Sarro e Helio de La Peña também enviaram mensagens de apoio a Marçal.

O perfil oficial do aplicativo Uber no Instagram, também fez um comentário na postagem do humorista:

"Oi, Yuri. Sentimos muito que você tenha passado por isso. A Uber tem uma política de tolerância zero a qualquer forma de discriminação nas viagens com o App. Assim que soubemos do caso, entramos em contato com o usuário para oferecer apoio e tomamos as medidas necessárias em relação ao motorista", diz a mensagem.