Brasil

Idoso confessa à polícia que matou a esposa e enterrou o corpo no banheiro há 24 anos

Residência teria sido vendido após o crime

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um idoso de 64 anis de idade procurou uma delegacia de Sinop (MT), cidade onde mora, e confessou aos policiais que matou a esposa e a enterrou no banheiro da casa onde moravam. O crime teria acontecido há 24 anos. Após o crime, ele vendeu o imóvel. As informações são do G1 Mato Grosso.

De acordo com a apuração do G1, o idoso relatou que cometeu o assassinato em outubro de 1994 quando, na época, a vítima Luzinete Leal Militão tinha 28 anos. Ele contou à polícia a agrediu com uma barra de um ferro e a asfixiou pois não aceitava o fim do relacionamento.

Após cometer o assassinato, ele disse aos policiais que a mulher tinha ido embora e tinha o deixado com os filhos pequenos. Eles só ficaram sabendo do homicídio nesta semana.

A polícia disse ao G1 que, como o imóvel foi vendido, eles estão esperando a proprietária retornar da viagem para fazer uma escavação no local e confirmar se há realmente restos mortais no local. Um pedido de autorização para realizar este procedimento foi enviado à Justiça.