Brasil

Idoso de 70 anos é preso suspeito de abusar duas crianças indígenas

Segundo a polícia, vítimas disseram que o homem as ajudava com mantimentos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Após uma denúncia anônima, a Polícia Militar do Acre (PM-AC) prendeu um idoso de 70 anos suspeito de estupro de vulnerável e aliciamento de menores. As crianças (de 10 e 13 anos) são primas da etnia Jaminawá e foram encontradas dentro da casa do idoso, no bairro Eldorado, em Brasileia, interior do estado. As informações são do portal G1 Acre. 

Foto: Reprodução

Em entrevista ao G1,  o delegado que cuida do caso, Sérgio Lopes, disse que o idoso foi liberado por não ter provas suficientes para a prisão em flagrante. Segundo Lopes, as meninas vão ser submetidas a exames para comprovar se houve ou não o abuso.

"O idoso foi levado junto com as duas indígenas, mas elas negam qualquer tipo de relação sexual, não foi pego em ato sexual, ou seja, não havia elementos suficientes para lavrar o auto de prisão em flagrante. Instauramos um inquérito por portaria, as meninas serão encaminhadas para exames periciais e estamos adotando todas as providências", disse o delegado. 

De acordo com o G1, os policiais chegaram na casa do suspeito após receber denúncia de um caminhoneiro, no início da noite de domingo (22). A testemunha relatou ter visto o idoso entrando com as crianças dentro da casa e que percebeu ele fazendo alguns carinhos e abraçando as vítimas.

Quando a equipe chegou na casa e chamou pelo idoso, se identificando como policiais, ele se recusou a abrir a porta. Logo depois, segundo a polícia, foi possível ouvir o idoso dizendo para as vítimas que eram bandidos na porta e que iriam mata-las.

Ainda segundo o G1, a polícia afirmou que insistiu que o idoso abrisse a porta, mas ele continuou trancado na casa com as vítimas. Um policial teria visto, por um buraco na residência, quando o idoso levou as crianças para a parte de trás do imóvel.

Neste momento, os policiais afirmaram que iriam arrombar a porta, mas o suspeito a abriu e a equipe entrou. As crianças foram achadas escondidas em um local com lama e espinhos na parte de trás da residência.

Idoso ajudava crianças
Segundo a polícia, a mãe de uma das vítimas foi até a casa e alegou que deixava a filha para fazer companhia ao morador, já que ele vivia sozinho. As vítimas disseram que o idoso as ajudava com mantimentos.

A Polícia Militar do Acre localizou a mãe da outra menor e também disse que acionou o Conselho Tutelar para acompanhar o caso.