Brasil

Idoso é preso suspeito de estuprar a neta no dia do aniversário de 9 anos da criança

Denúncia contra o suspeito foi feita pela própria filha, mãe da vítima. Ela testemunhou os abusos que aconteceram na casa do homem

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem de 62 anos foi preso no último domingo (27) suspeito de ter estuprado a própria neta no dia do aniversário de 9 anos da menina. O caso aconteceu em 2013, mas a prisão do homem só foi decretada na semana passada, após ser condenado em segunda instância pelo crime de estupro de vulnerável. As informações são do jornal O Globo.

De acordo com a apuração do O Globo, a denúncia contra o suspeito foi feita pela própria filha, mãe da vítima. Ela, que hoje tem 35 anos, testemunhou os abusos que aconteceram na casa do homem e acionou a polícia.

Segundo as investigações, foi a própria criança que pediu para ir pra casa do idoso, pois gostaria de brincar com a filha adotiva dele (três anos mais velha que ela).

A mãe da menina relatou à polícia que durante a noite da véspera do aniversário da filha, bebeu um suco oferecido pelo pai, ficou sonolenta e dormiu no sofá. Na madrugada, ela ouviu os gritos da filha: "Não, não, para! Mãe!".

Após chegar no quatro, ela viu  "seu pai com o pênis para fora abraçado com sua filha, bolinando as pernas e com as mãos nos seios". Neste momento, a mãe da criança começou a gritar e perguntou o que estava acontecendo. O avô disse que não tinha acontecido nada e que a filha deveria estar sonhando.

Então, ela puxou a filha e saiu do prédio, ameaçando fazer um escândalo caso o pai não a deixasse sair. A criança passou o dia de seu aniversário entre o hospital e a delegacia, para registrar a ocorrência contra o avô.

"Finalmente, a prisão saiu. Agora, ele não vai mais poder fazer outras vítimas. É muito triste ouvir a sua própria filha perguntar: "'Mas ele não é meu avô? Ele não devia me proteger?'", relatou a filha do idoso ao jornal O Globo.