Brasil

Influenciadora digital é morta a facadas pelo marido

Bruna tinha 25,4 mil seguidores no Instagram e era influenciadora de moda, beleza e cabelo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A influenciadora digital Bruna Quirino, de 38 anos, foi morta a facadas pelo marido no apartamento em que o casal morava em Valinhos, no interior de São Paulo, na noite deste domingo (5). 

O homem ainda tentou atacar a filha do casal e se matou após atacar Bruna, de acordo com informações da Guarda Municipal. 

Bruna tinha 25,4 mil seguidores no Instagram e era influenciadora de moda, beleza e cabelo.

A Guarda Municipal afirmou que foi chamada por volta das 23h horas para atender uma briga de casal, mas quando chegou ao local a influenciadora já estava morta e o corpo do marido estava ao lado.

A filha dos dois, de 20 anos, ouviu a briga dos pais e ao sair do quarto viu a mãe esfaqueada. O pai ainda tentou ir para cima dela, mas a jovem se trancou no quarto.

Horas antes de ser assassinada, Bruna postou de stories no Instagram,  mostrando que iria gravar vídeos para o canal dela no YouTube. Nas redes sociais, ela fazia várias gravações para contar como era a sua rotina, inclusive com muitas participações do marido. Em seu perfil no Instagram, Rodrigo Quirino, de 40 anos, se definia como "casado, pai, família e feliz".