Brasil

Irritado, motorista de aplicativo atropela e mata passageiro

A mulher da vítima, que estava no local, detalhou para os policiais o que aconteceu

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Neste domingo (15), um motorista de aplicativo de 27 anos, que não teve o nome divulgado, foi acusado de atropelar e matar passageiro, de 30, após uma discussão sobre o transporte de bebida alcoólica dentro do carro. O caso aconteceu em Ceilândia, Distrito Federal. As informações são do Metrópoles. 

O motorista encerrou a corrida antes de chegar ao destino e ele acelerou e jogou o carro contra a vítima, que foi esmagada contra a parede de um quiosque. Depois do crime, o motorista se apresentou na delegacia. A mulher da vítima, que estava no local, detalhou para os policiais o que aconteceu. 

De acordo com a mulher da vítima, ela e o marido entraram no veículo com copos de bebida nas mãos e o motorista os alertou sobre o risco de derrubar cerveja no interior do carro. A pontuação do motorista causou uma discussão e a vítima chegou a chamar o condutor de “folgado”, alegou que ele “tinha que aprender a trabalhar e ser humilde”.

Com isso, o motorista ficou irritado e encerrou a corrida antes de chegar ao destino final. O casal desceu do carro e o motorista jogou o carro na direção deles. Então, a vítima revidou jogando uma garrafa de cerveja no carro e o condutor novamente jogou o carro contra eles, só que dessa vez o homem foi atropelado. 

A vítima ficou caída no chão e o motorista continuou acelerando o veículo até esmagá-lo contra a parede de um quiosque, que fica ao da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia). O motorista foi preso em flagrante.