Brasil

João de Deus presta depoimento no Ministério Público de Goiás

Suspeito de abuso sexual, médium foi levado do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia sob forte escolta

Agência O Globo

Preso há dez dias, João Teixeira de Faria, médium conhecido como João de Deus, foi levado, nesta quarta-feira, do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia para prestar depoimento no Ministério Público de Goiás, que fica na capital do estado.

Acusado de abuso sexual, João de Deus nega ter cometido os crimes durante atendimentos espirituais em Abadiânia.

Segundo o G1, João de Deus chegou à sede do MP de Goiás, em Goiânia, sob forte escolta, por volta das 10h. Como informou o portal, os promotores precisam ouvi-lo para concluir a primeira denúncia contra ele e encaminhá-la para o Poder Judiciário, o que precisa ser feito em até quatro dias, devido ao prazo legal.


Ainda de acordo com o G1, até a manhã desta quarta-feira, o MP-GO recebeu quase 600 denúncias, por e-mail, contra o médium. Já foram colhidos 77 depoimentos de mulheres. De acordo com o portal, outra pessoa deve ser ouvida nesta tarde.