Brasil

Jogadores da seleção brasileira darão apoio a Neymar, diz Fernandinho

Neymar chegou à Granja Comary neste domingo (2) em seu helicóptero personalizado, mas não falou com os repórteres

Agência, O Globo
O meia Fernandinho deu apoio neste domingo a Neymar, dizendo que ele e outros jogadores da seleção brasileira reunidos para a Copa América não deixarão que a acusação de estupro contra o atacante afete os preparativos para o torneio.
Neymar divulgou um comunicado neste domingo negando as acusações, confirmadas pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo em nota.
A mulher, que não foi identificada, alega que Neymar a estuprou em um quarto de hotel em Paris no dia 15 de maio.
O atacante do Paris St Germain publicou um longo vídeo em sua página no Instagram, no qual nega todas as acusações contra ele, afirmando ser vítima de extorsão e lamentando a dor causada a ele e sua família.
O vídeo mostra o que Neymar diz serem mensagens de WhatsApp que ele trocou com a suposta vítima, incluindo fotos íntimas que ela mandou a ele.
A polícia do Rio de Janeiro informou neste domingo que está investigando se o jogador cometeu crime ao publicar as fotos íntimas online.
"Eu soube disso com grande tristeza e acho estranho", disse Fernandinho a repórteres em Teresópolis, onde a equipe está concentrada. "Quinze dias de viagem até a garota denunciá-lo."
"Mas acho que isso será esclarecido o mais rápido possível e acredito na inocência de Neymar. Nós jogadores e membros da equipe daremos suporte a ele para que não tenha nenhum efeito em campo."
Neymar chegou à Granja Comary neste domingo em seu helicóptero personalizado, mas não falou com os repórteres.
A Copa América começa no dia 14 de junho, mas o Brasil faz amistosos antes contra o Catar em 5 de junho e Honduras quatro dias depois.
(Texto de Andrew Downie, reportagem adicional de Rodrigo Viga Gaier)