Brasil

Jovem de 18 anos é preso suspeito de agredir e ameaçar a avó de morte

Idosa já tinha uma medida protetiva contra o neto

Redação iBahia (redacao@portalibahiacom.br)
- Atualizada em

Um jovem de 18 anos foi preso suspeito de agredir a avó, de 71 anos, e ameaçá-la de morte. De acordo com a Polícia Civil, a idosa já tinha uma medida protetiva e essa é a segunda vez que o neto é preso pelo mesmo crime. O caso aconteceu na cidade de Várzea da Palma (MG). As informações são do G1 Minas Gerais. 

As ameaças vinha acontecendo há cerca de seis meses, mas a vítima só procurou a polícia no início deste mês. "A idosa era agredida com socos e chutes, sofria ameaça de morte e o neto também dizia que colocaria fogo na casa dela. No dia que a vítima procurou a delegacia, fizemos um requerimento de medida protetiva, mas antes dela ser expedida, ele foi preso pela Polícia Militar", explicou o delegado Guilherme Cardoso Vasconcelos, ao G1.

O suspeito foi liberado após três dias e a Polícia Civil conseguiu a medida que determinava que ele ficasse afastado da casa da idosa e não tivesse contato com ela. De acordo com o delegado, ele descumpriu essa medida e invadiu a casa da idosa na última sexta-feira (24) com o intuito de morar no imóvel. "A vítima saiu da residência e estava na casa de parentes. Ela procurou a polícia somente nessa segunda e relatou que estava com medo de ser morta", disse Guilherme.

Ainda de acordo com o G1, após a denúncia, o rapaz foi localizado escondido no quintal de uma vizinha da idosa. O delegado informou que ele é usuário de drogas e tem passagens por roubo.