Brasil

Jovem é presa após matar e mutilar irmão de 5 anos em suposto ritual satânico

Mãe havia saído de casa e deixou a filha mais velha tomando conta do menino

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma jovem de 18 foi presa na noite desta quinta-feira (5) suspeita de mutilar e matar o irmão de cinco anos durante um suposto ritual satânico, em São Roque (SP). As informações são do Estadão.

Objetos apreendidos na casa da jovem (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
De acordo com informações da polícia passadas ao Estadão, a mãe havia saído de casa e deixou a filha mais velha cuidando da criança. Ao chegar em casa, encontrou a residência fechada e a jovem se recusava abrir. Ela só conseguiu entrar após um cunhado arrombar a porta da residência.

Ao entrar no local, a família se deparou com a criança de cinco anos morta, com várias queimadura pelo corpo, olhos perfurados e o pênis mutilado. A irmã teria comido o órgão genital do irmão.

O corpo do menino estava no chão do quatro dom diversas velas acesas. O cunhado relatou à polícia  que a jovem estava agressiva, jogou diversos objetos contra os familiares e que ele foi atingido por uma pedrada. A suspeita só conseguiu ser contida pelos policiais militares acionados pela família.

Segundo a polícia, um exame preliminar indicou que a jovem utilizou um travesseiro para assassinar o irmão por asfixia e, após matá-lo, ela o mutilou.

Karina Aparecida da Silva foi presa e será autuada por homicídio. A polícia colheu e apreendeu na casa um celular queimado, provavelmente pela jovem, um cartão de memória, um canivete e uma porção de maconha.