Brasil

Jovem pula de carro em movimento para evitar estupro: 'pior dia da minha vida'

"Quando eu percebi que ele não parava mais, comecei a mandar mensagens para a minha mãe, informando minha localização", relatou a vítima

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última segunda-feira (18), uma jovem de 25 anos pulou de um carro em movimento para evitar ser estuprada. O caso em Paranoá, no Distrito Federal. De acordo com informações do G1 DF, ela estava esperando ônibus para o Núcleo Bandeirante e resolveu entrar em um carro de transporte clandestino para ir até a Rodoviária do Planto Piloto. "De lá, eu pegaria outro ônibus. Eu sentei no banco de trás, mas foi um erro entrar no carro", relatou a jovem. 

Foto: reprodução / Facebook
A vítima contou ao G1 que sentou próxima ao motorista. No caminho, ela percebeu que ele não pegou mais nenhum passageiro. "Quando eu percebi que ele não parava mais, comecei a mandar mensagens para a minha mãe, informando minha localização", disse.

Momentos depois, o motorista teria feito "insinuações sexuais" e entrou em um matagal. "Minha reação imediata foi pular do carro", acrescentou a jovem, que correu do local. Ela acenou para os carros que estavam na via e um motoqueiro e uma família pararam para ajudá-la. 

Segundo o G1, eles conseguiram anotar a placa do carro e levaram a jovem para  Hospital Regional do Paranoá, pois ela se machucou com a queda. "Eu senti muito medo. Foi a pior sensação que já senti na minha vida. Nunca achamos que essas coisas podem acontecer com gente", desabafou a jovem. 

O caso está sendo investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) como tentativa de estupro. Um dos suspeitos foi localizado pela polícia, reconhecido pela vítima e detido.