Brasil

Jovem que desapareceu no 1º dia de trabalho é encontrado morto; colega confessa crime

Fernando Silveira contou que praticou o assassinato e que mais três pessoas da empresa estava envolvidas no crime

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O jovem de 20 anos, Gabriel Rodrigues Nascimento, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (26) após desaparecer no primeiro dia de trabalho. Quatro colegas da empresa foram presos acusados de terem matado a vítima após uma discussão. Um deles confessou o crime que aconteceu em Diamantina (MT). As informações são do G1 Mato Grosso.

Foto: Reprodução
Gabriel estava desaparecido desde sábado, após jantar com os colegas e ir a pé até um alojamento da fazenda. Ele desempenhava a função de classificador de grãos em uma empresa multinacional de uma propriedade rural da companhia.

Além dele, um outro colega, chamado Fernando Silveira também estava desaparecido. Durante as investigações, a polícia descobriu que ele era o principal suspeito de cometer o homicídio. Ele foi preso após pegar a carona em um caminhão da região.

“Ele confessou o crime e informou que outras pessoas estavam envolvidas. Mais três suspeitos foram presos e conseguimos localizar o corpo do Gabriel”, contou o tenente da PM, Natan Alves, ao G1.

De acordo com o gerente da fazenda, Gabriel e Fernando tinham discutido no dia em que a vítima desapareceu. Na ocasião, eles tinham levado bebidas alcoólicas para o local e a prática é proibida pela empresa.

De acordo com os policiais, Gabriel teria sido morto durante a briga com golpes de faca e teve o corpo jogado em uma lavoura. As atividades da empresa no local foram paralisadas por causa do crime.