Brasil

Jovem se despede de noivo que morreu duas horas antes de casamento: 'Até breve'

Abalada com a tragédia, a noiva Paloma Ismaelly prestou comovente homenagem ao seu noivo

Agência O Globo

Um jovem de 21 anos morreu duas horas antes de se casar com a noiva, em Baraúna, Rio Grande do Norte. Carlos Adriel da Silva queria fazer uma surpresa para a amada, mas bateu de moto no meio do caminho e não resistiu. Ele não usava capacete no momento da batida, segundo o G1. Abalada com a tragédia, a noiva Paloma Ismaelly prestou comovente homenagem ao homem que a deu seu primeiro beijo, o seu primeiro amor.

Foto:Reprodução/Facebook

"Deus sabe o quanto sonhamos com o nosso casamento (...) mas infelizmente o sonho foi interrompido. Interrompido, e não acabado, porque eu sei que um dia eu te verei novamente, te abraçarei forte como fazíamos todos os dias e vou dar aquela brigadinha de leve por ter me deixado te esperando, quando deveria ter sido o contrário. A noiva é a única que pode atrasar, lembra?!", escreveu a jovem de 18 anos.

Na postagem, ilustrada por uma foto do casal, Paloma descreve que "acordar e perceber que não é só um pesadelo" tem sido "uma das piores sensações", algo que ela imaginava só acontecer em filmes que "todos odeiam o final". Ela agradeceu pela amizade de Carlos Adriel, que a demonstrou tê-la amado "durante cada segundo da vida".

Um jovem de 21 anos morreu duas horas antes de se casar com a noiva, em Baraúna, Rio Grande do Norte. Carlos Adriel da Silva queria fazer uma surpresa para a amada, mas bateu de moto no meio do caminho e não resistiu. Ele não usava capacete no momento da batida, segundo o G1. Abalada com a tragédia, a noiva Paloma Ismaelly prestou comovente homenagem ao homem que a deu seu primeiro beijo, o seu primeiro amor.

"Deus sabe o quanto sonhamos com o nosso casamento (...) mas infelizmente o sonho foi interrompido. Interrompido, e não acabado, porque eu sei que um dia eu te verei novamente, te abraçarei forte como fazíamos todos os dias e vou dar aquela brigadinha de leve por ter me deixado te esperando, quando deveria ter sido o contrário. A noiva é a única que pode atrasar, lembra?!", escreveu a jovem de 18 anos.

Na postagem, ilustrada por uma foto do casal, Paloma descreve que "acordar e perceber que não é só um pesadelo" tem sido "uma das piores sensações", algo que ela imaginava só acontecer em filmes que "todos odeiam o final". Ela agradeceu pela amizade de Carlos Adriel, que a demonstrou tê-la amado "durante cada segundo da vida".