Brasil

Juiz que suspendeu nomeação de Lula participou de atos e postou contra Dilma

O juiz aparece com adesivo do senador Aécio Neves e em atos a favor do impeachment de Dilma em fotos no Facebook

Redação Correio 24h
- Atualizada em



Juiz que suspendeu nomeação de Lula participo de atos e postou contra Dilma (Foto: Reprodução)


O juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, que determinou a suspensão da nomeação de Lula como ministro da Casa Civil, nesta quinta-feira (17), havia se manifestado contra o governo Dilma em suas redes sociais. O juiz aparece com adesivo do senador Aécio Neves e em atos a favor do impeachment de Dilma em fotos publicadas no Facebook.  Em uma das imagens de participação nos protestos, Itagiba escreveu na legenda: 'Missão cumprida'. Catta Preta compartilhou imagens dos protestos contra Dilma e Lula no último domingo (13) no Distrito Federal. Lula tomou posse como ministro do governo Dilma Rousseff às 11h desta quinta-feira (17). Itagiba Catta Preta Neto afirmou que há indícios de crime de responsabilidade. A transmissão de cargos entre os ministros perde efeito até uma nova ordem judicial.




Juiz que suspendeu nomeação de Lula fez postagens contra o governo (Foto: Reprodução)



 


 A suspensão tem alcance nacional e foi decidida por risco ao exercício do Judiciário. A decisão tem aplicação imediata. Se houver recurso, o mérito vai ser decidido pelo TRF-1ª Região. O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, informou ao jornal Folha de S. Paulo que o governo federal irá recorrer ainda nesta quinta da decisão que suspendeu a posse de Lula como ministro. "Estamos tomando o conhecimento da situação para poder recorrer ainda hoje", disse o ministro à Folha. Segundo Cardozo, a decisão não tem amparo legal, porque outro magistrado já estaria cuidando do processo.

Correio24horas