Brasil

Justiça reforça que Maycon deve ser investigado por suposta prática de zoofilia

Brother é acusado de maus tratos animais após fazer revelações no programa

Paulo Víctor Mafrans, da Agência O Globo
- Atualizada em

O Juizado Especial Criminal de Niterói (Jecrim) solicitou providências à Polícia Civil para que Maycon Santos, do "BBB 19", seja investigado por apologia a maus tratos animais e zoofilia. O pedido reforça o inquérito aberto na 32ª DP (Taquara) tratando do mesmo assunto. O despacho pede que Maycon seja intimado a depor e relata que, apesar de não parecer ter tido a intenção de cometer o crime, ele, de fato, praticou o delito.


"Maycon incorreu no delito previsto no artigo 287 (fazer, publicamente, apologia de fato criminoso) do Código Penal... Ainda que tenham sido declarações sem a intenção de estimular o delito de maus tratos, ele se consumou, sim. Por tudo, e não tendo o direito de omitir quanto às diversas denúncias recebidas, sejam de anônimos ou de artistas, e enquanto representante do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro, cumpro este dever de oficiar a esta delegacia especializada para a realização das providências cabíveis, solicitando a condução imediata de Maycon a prestar depoimento sobre os fatos nesta delegacia", diz o despacho. 

O documento solicitou ainda que a produção do programa oriente Maycon Santos a pedir desculpas ao vivo, durante o programa. A solicitação de providências do Jecrim aconteceu após pedido de defensores e protetores dos animais. Com isso, a solicitação do Jecrim foi anexada ao inquérito da delegacia da Taquara.

Procurada, a Rede Globo ainda não se manifestou sobre o caso. A mãe de Maycon Santos, Rozana Santos, pediu desculpas: — Não estou sabendo de nada ainda. Mas peço desculpas pelas brincadeiras sem graça dele. Assim que sair, Maycon vai pedir desculpas por tudo. Meu filho é uma pessoa do bem e que não merece passar por isso, ele não tem maldade, é imaturo.