Brasil

'Liga pro IML que matei minha mãe', avisa homem após crime

Ele teria usado uma picareta para cometer o crime

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um homem identificado como Sidevan dos Santos Vasconcelos matou a própria mãe, Iran Francisca de Vasconcelos, nesta terça-feira (20). O caso aconteceu na cidade de Taguatinga (DF).

Foto: Reprodução/Google

Segundo informações da Polícia Civil ao G1 DF, o suspeito disse ao primo dele: "Liga pro IML que eu matei minha mãe.". Ele teria matado a mãe, de 68 anos, com golpes na cabeça dentro da casa onde os dois moravam. O crime foi confessado por Sidevan.

O delegado do caso informou ao G1 que o rapaz tem distúrbios psicológicos e falou coisas sem sentido na delegacia. Ele deve passar por exames médicos. O crime é investigado como feminicídio. "A vítima sofria nas mãos dos filhos e do ex–marido. Encontramos ocorrências de violência doméstica contra outro filho e o companheiro, que já morreu.", disse o delegado ao G1.



A polícia suspeita que Sidevan tenha usado uma picareta para matar a mãe. Ela foi encontrada com marcas de perfuração na cabeça, de acordo com o G1.